DF lidera por km²

DF lidera por km²

postado em 10/12/2016 00:00
O documento, além de especificar e apresentar os setores que contribuem para a poluição no DF, onde estão e como participam os agentes de cada segmento, compara os dados com outras unidades da Federação e com o próprio país. A equipe reuniu inventários similares dos estados de São Paulo, Rio Grande do Sul e Paraná, que abrangessem os mesmos anos, e equiparou os resultados em emissões por área e por habitante (veja Perigo no ar).

Na comparação por quilômetro quadrado, o DF emite mais do que as demais localidades, o que corresponde a uma taxa de 0,98% de emissões de gases por quilômetro quadrado. ;Acredito que seja por conta da nossa taxa de motorização. Hoje, há um automóvel para cada duas pessoas. No setor de floresta, somos muito pequenos, e o lixão é proporcional ao número da população;, avalia Leila Menezes, chefe da unidade estratégica de Clima da Sema.

O secretário do Fórum ONGs do DF e Entorno e ambientalista Luiz Mourão aponta a sustentabilidade como fundamental no processo. Primeiro, leva em consideração que o espaço da cidade é muito menor que o de outras com muito mais gente. Segundo, diminuindo a emissão de gases. ;As nossas emissões são claramente afetadas pelo uso do solo. O nosso transporte deve ser trabalhado para que as emissões possam ser reduzidas.; Mourão defende o uso de biodiesel pela frota, a utilização de transportes menos poluentes, como o trem elétrico e o metrô, e a implantação do novo aterro.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação