Corinthians tenta salvar o ano

Corinthians tenta salvar o ano

postado em 11/12/2016 00:00
 (foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians)
(foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians)



O Corinthians se despede hoje de uma temporada em que não teve muito o que comemorar. Para não terminar 2016 de forma ainda pior, o time tenta garantir a classificação para a Copa Libertadores. A missão, contudo, não será fácil. Além de vencer o Cruzeiro, precisa torcer contra seus adversários na briga pela vaga no torneio continental.

Três times brigam por duas vagas. O Corinthians, com 55 pontos, um a menos que Botafogo e Atlético-PR, que enfrentam Grêmio e Flamengo, respectivamente, terá de fazer a sua parte e ainda secar os rivais. Empate ou derrota no Mineirão tiram qualquer possibilidade de classificação dos comandados de Oswaldo de Oliveira.

Pressionado e sob a ameaça de um processo de impeachment, o presidente, Roberto de Andrade, deve ter ainda mais problemas se não levar a equipe para a Libertadores. Nos últimos seis anos, apenas uma vez o time ficou fora da competição continental. Já Oswaldo de Oliveira, embora tenha dito que está firme no comando da equipe, corre o risco de demissão se não atingir o objetivo.

Pelo menos uma boa notícia para Oswaldo é que ele terá praticamente força máxima. Apenas Danilo, que se recupera de cirurgia, é desfalque.

Resta ao Cruzeiro atrapalhar as pretensões do Corinthians. Sem motivos para fazer mistério, o técnico Mano Menezes confirmou a escalação. A principal novidade está no setor ofensivo. Ele optou por usar Robinho, Alisson e Rafael Sobis e deixou Willian na reserva. Ábila está suspenso.

17h

Mineirão

Belo Horizonte (MG)

Brasileirão

38; rodada

Transmissão
Pay-per-view

CRUZEIRO
Rafael; Ezequiel, Leo, Manoel e Edimar; Henrique e Ariel Cabral; Arrascaeta, Robinho e Alisson; Rafael Sobis
Técnico: Mano Menezes

CORINTHIANS
Walter; Fagner, Vilson, Balbuena e Uendel; Cristian, Romero, Camacho, Rodriguinho e Marlone; Guilherme
Técnico: Oswaldo de Oliveira

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação