Ativistas anteciparão "verdades" sobre bispos

Ativistas anteciparão "verdades" sobre bispos

postado em 18/02/2019 00:00
Amanhã, dois dias antes do histórico encontro do papa Francisco com mais de 100 presidentes de conferências episcopais, ativistas concederão uma coletiva de imprensa, em Roma, para mostrar que oito dessas autoridades tratam com descaso a questão dos abusos sexuais contra menores. ;Milhões de católicos em todo o mundo estão se perguntando: que reformas esses líderes provavelmente apoiarão na cúpula?;, questiona o comunicado sobre a entrevista, que será concedida pelos norte-americanos Phil Saviano, vítima de abusos na infância, e Anne Barrett Doyle. Ambos estão à frente do BishopAccountability.org, grupo de pesquisa dos Estados Unidos que documenta a crise dos abusos católicos desde 2003.

Os hierarcas da igreja que serão citados pelos ativistas são presidentes de conferências episcopais de oito dos maiores países católicos, que abrigam, aproximadamente, metade dos que professam essa religião em todo o mundo. Os entrevistados contarão a ;verdade sobre alguns bispos presentes durante a reunião sobre a proteção de menores na Igreja;, acrescenta o convite à imprensa.

Segundo os ativistas, entre as oito autoridades que serão citadas na entrevista estão ;um arcebispo que estima que apenas 1% dos padres de seu país abusou de crianças; o chefe de uma vasta arquidiocese que alega ter lidado com apenas um padre abusivo; um cardeal que administra uma arquidiocese no maior país católico do mundo, mas nunca falou publicamente sobre a crise; e um cardeal que manteve no ministério pelo menos três padres acusados;.

Longa análise

O BishopAccountability.org debruçou-se sobre centenas de páginas de declarações da Igreja e de veículos da mídia. Também analisou as políticas oficiais contra os abusos sexuais em vários países, determinadas pelo Vaticano em 2011, e identificou quais os prelados que ainda não adotaram ou publicaram tais diretrizes, além dos que não aplicam uma ;tolerância zero; ao crime de pedofilia. No mês passado, o site Catholic News Service informou que aproximadamente metade das conferências ainda não adotou as referidas normas.

Phil Saviano é um sobrevivente de abuso sexual e membro do conselho do grupo. Fundador da Rede de Sobreviventes de Abusos Praticados por Padres (Snap, na sigla em inglês), ele trabalhou com a equipe de investigação do jornal americano Boston Globe para expor o mundo secreto dos sacerdotes abusivos na arquidiocese de Boston. Essa extensa série de reportagens deu origem ao premiado filme Spotlight, em que o drama de Saviano é retratado. Já a sua colega Anne Barrett Doyle é codiretora do BishopAccountability.org. (JV)

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação