Novo para-brisa podeevitar ataques com laser

Novo para-brisa podeevitar ataques com laser

postado em 06/05/2019 00:00
 (foto: Breno Fortes/CB/D.A Press - 25/5/15)
(foto: Breno Fortes/CB/D.A Press - 25/5/15)



O ataque a aeronaves usando raio laser tem sido um tema que preocupa especialistas em segurança ; a Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos estima a ocorrência de mais de 6 mil ações do tipo no mundo, em 2017. Direcionado ao para-brisas do veículo, o súbito clarão de luz pode atrapalhar o piloto e, como consequência, pôr em risco a vida dos passageiros e da tripulação. Hoje, profissionais da aviação recorrem a para-brisas suspensos ou a óculos de proteção durante a decolagem e a aterrissagem. Mas uma equipe da Lewis University, nos Estados Unidos, trabalha em uma solução mais completa.

Daniel Maurer, um dos desenvolvedores da tecnologia, conta que ele e a equipe não tinham a intenção de reestruturar completamente o para-brisas de aeronaves, mas de acrescentar algo que protegesse os pilotos e não demandasse alterações no sistema de energia. A equipe incorporou cristais líquidos à peça e, em testes, detectou que a combinação consegue bloquear qualquer cor de luz brilhante e focalizada.

;As estratégias de hoje funcionam apenas para comprimentos de onda específicos da luz do laser. Elas não bloqueiam tudo e, geralmente, são direcionadas para lasers verdes, que são usados na maioria dos ataques;, compara Maurer. No novo para-brisas, a equipe usou uma solução de cristais líquidos chamada MBBA, que foi colocada entre duas placas quadradas de vidro de 1 polegada. O MBBA tem uma fase líquida transparente e outra, cristalina opaca, que dispersa a luz.

Potências variadas

Ao aplicar uma voltagem ao aparelho para acionar o sistema, os cristais se alinharam com o campo elétrico e mudaram de fase, passando para o estado cristalino mais sólido. Nos testes, a peça bloqueou até 95% dos raios vermelho, azul e verde direcionados ao vidro. Isso se deu por meio de uma combinação de dispersão de luz, absorção da energia do laser e polarização cruzada.

De acordo com os pesquisadores, os cristais líquidos poderiam bloquear lasers de diferentes potências, a várias distâncias de iluminação, assim como em diferentes ângulos no vidro. Além disso, o sistema é totalmente automático.

Até o momento, a solução foi testada em pequenas partes de vidro. Agora, a equipe planeja usar os cristais líquidos em para-brisa inteiro. Também estão em testes diferentes tipos de cristais líquidos. A intenção é identificar os que retornam ao estado transparente o mais rápido possível. Os resultados já obtidos foram apresentados em março, no encontro da Sociedade Americana de Química.















Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação