Gosto pela aventura

Gosto pela aventura

postado em 08/01/2020 00:00
Para quem guardou um dinheirinho extra para viajar em 2020 e procura por lugares exóticos para se aventurar no início da década, a Be Happy Viagens, especializada em mercado de luxo, também produziu uma lista de lugares que podem bombar internacionalmente neste ano. De acordo com a empresa, Filipinas, Japão e China são os destinos que estão nas grandes apostas e que têm tido mais adeptos.

;Uma tendência que estamos vendo para 2020 são as viagens com propósito. Brasileiro não é mais turista, ele é viajante. Ele busca agora uma viagem com ligação com o destino;, opina a CEO da Be Happy Viagens, Jaqueline Dallal, que trabalha no mercado de viagens há 23 anos. ;Estamos vivendo esse tempo da experiência. A viagem é uma commodity muito valorizada. E, agora, estão em alta os destinos de aventura, como os safaris, por exemplo, na África do Sul, no Quênia, na Tanzânia;, diz.

Além disso, a CVC aponta locais que têm se tornado tendência internacional e que figuram entre os mais buscados na empresa. Entre eles estão: Cancun (México); Punta Cana (República Dominicana); Buenos Aires (Argentina); Santiago (Chile); Montevidéu (Uruguai); Cartagena (Colômbia). Na Europa, Lisboa, em Portugal, continua sendo o preferido dos brasileiros.

;Outro destino internacional que tem se destacado é o Panamá. Muitos brasileiros aproveitam as tarifas aéreas atrativas e a isenção de visto para entrada no país, com conexões no destino que combinam o destino final com alguns dias de hospedagem na Cidade do Panamá;, acrescenta Viviane Pio. ;O país é conhecido pelas compras e pelo Canal do Panamá, mas também abriga praias e natureza exuberantes.;


E os Millenials?
Uma pesquisa da Assist Card, empresa de seguro de viagem no Brasil, revela quais são os destinos preferidos dos Centennials (nascidos entre 1982 e 1994) e Milennials (nascidos após 1995). São eles: Estados Unidos, Irlanda, Portugal e Canadá. Sendo que a Irlanda é dos destinos mais procurados para fazer intercâmbios pelas gerações Y e Z.



Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação