Grita geral

Grita geral

grita.df@dabr.com.br (cartas: SIG, Quadra 2, Lote 340 / CEP 70.610-901)

postado em 10/07/2020 00:00
Gama
Reforma em parque

O aposentado Francisco da Cunha, 69 anos, morador do Gama, entrou em contato com a coluna Grita Geral para reclamar que o Parque Urbano e Vivencial precisa de revitalização. ;Gosto de ir muito nessa área de lazer com meu filho e sobrinho, mas o lugar precisa de algumas reformas. Aparelhos de ginástica, pistas de corridas, ciclovias e meios-fios precisam de reforma. Também falta realizar poda nas árvores ;, aponta. ;Se o local ganhar atenção constante, os moradores vão se beneficiar ainda mais do ambiente, que é tão bonito;, finaliza.

; O Instituto Brasília Ambiental (Ibram) informou que deu início, nesta semana, por meio de sua Superintendência de Unidades de Conservação, Biodiversidade e Água, a uma força-tarefa no Parque Ecológico do Gama (Parque Urbano Vivencial do Gama, antes da recategorização). A ação, que envolve, além do Instituto, a Companhia Energética de Brasília (CEB), a Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) e a Administração Regional do Gama, contempla serviços de roçagem, poda, reforma da guarita e dos equipamentos que compõem o Ponto de Encontro Comunitário (PEC), e a iluminação do espaço ecológico. Foi acrescentado que está previsto ainda, nesta intervenção, a construção de uma quadra de areia.




Lago Paranoá
Aglomerações

O aposentado Marvio Bastos, 67 anos, morador do Lago Sul, entrou em contato com a coluna Grita Geral para reclamar que, no último domingo, o Lago Paranoá estava com grandes aglomerações. ;Está parecendo que a pandemia já passou e que podemos voltar à vida normal, mas não é bem assim, milhares de pessoas continuam morrendo por conta do vírus. Agora, o que vi nesse final de semana beira ao absurdo. Muita gente aglomerada, sem usar máscaras. Cadê a fiscalização?;, contesta.

; A Diretoria de Vigilância Sanitária (Divisa) informou que tem realizado cerca de 150 ações fiscais por dia de enfrentamento da pandemia em locais públicos e privados. Esclareceram que, nesta semana, as atividades foram intensificadas. Salientaram que as ações ocorrem em parceria com diversos órgãos de fiscalização do GDF. A Divisa reforçou que é importante que a população cumpra as medidas sanitárias de prevenção ao novo coronavírus, evitando aglomerações e fazendo o uso de máscaras. O não cumprimento pode acarretar em penalidades. As denúncias podem ser feitas diretamente na Ouvidoria da Saúde, pelo telefone 160, ou na Ouvidoria do GDF, no número 162, opção 2.



Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação