O carisma é um dom

O carisma é um dom

postado em 12/01/2015 00:00

Segundo o padre Wesley, coordenador do setor de comunicação da Arquidiocese de Brasília, as missas de cura e libertação são comuns. ;Ela é mais animada, por conta das músicas e do padre que a celebra, que é mais carismático. Normalmente, são sacerdotes que têm mais contato com as pessoas, falam a linguagem do povo e são descontraídos. Isso cativa e atrai os fiéis.; Os momentos de oração dessas missas são voltados para as necessidades das pessoas, como problemas conjugais, enfermidades e desemprego. Liturgicamente, podem ocorrer antes da missa ou durante a homilia, depende do padre. O religioso explica ainda que os padres não entram em transe, como alguns fiéis descrevem, apenas ;são direcionados pelo Espírito Santo para proclamar curas;. O carisma desses sacerdotes é visto como um dom de Deus, que eles percebem ao longo dos anos e da vivência sacerdotal. ;O padre é um instrumento do Espírito Santo. Mas não é só querer fazer, precisa ter uma base espiritual.; As missas de cura e libertação começaram no movimento da Renovação Carismática, mas hoje, são de toda a Igreja.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação