360 Graus

360 Graus

Por Jane Godoy

janegodoy.df@dabr.com.br
postado em 14/01/2016 00:00




Ecos de uma época de férias
O mês de janeiro é, para o brasiliense, além de um período de festas, uma época de muita tranquilidade e trânsito mais calmo.

Para aqueles que permanecem na cidade, uma fase de descanso e de calma. Para os que partem para aproveitar as férias ou poucos dias de folga, o registro dos mais sugestivos e variados destinos: longos ou curtos, mas que enriquecem o passeio e acrescentam bons momentos aos viajantes.

Muitos atravessaram o Atlântico, foram para Ásia, Oriente Médio e Europa. Outros curtiram o Brasil, como o Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiás, aproveitando as belezas naturais, a cultura, o folclore, as verdadeiras maravilhas.

Depois de passarem o Natal em família (foto), Maria Helena Gomide partiu, com a família, para Nova York, onde passaram o réveillon, em um restaurante muito gostoso. Em seguida, pegaram o navio com destino ao Haiti, Martinica, retornando para Nova York. Um passeio inesquecível.

Bertha Pellegrino e os filhos, Carolina e Pedro (foto), foram curtir Paris e Baden-Baden, na Alemanha, empreendendo uma viagem cultural e proveitosa, além da alegria de desfrutarem todos juntos em tempo integral.

Sônia Gontijo Chagas passou o Natal com a família em Belo Horizonte, seguindo com Max Telesco para Abu Dhabi, Austrália e, por fim, Dubai.

Rita e o deputado Átila Lins também seguiram para Paris. Na foto, ela está na Porta da Misericórdia, na Église de lá Madaillenne Miraculeuse. Depois, seguiram para Portugal.

Mércia e Roberto Crema viram 2016 chegar em Barbados e depois Miami.

Gitana e o senador Raimundo Lira estão em Miami, para uma temporada com a família. No sábado, receberam o senador José Agripino Maia e sua Anita, onde o papo diante daquela vista maravilhosa seguiu até ao cair da noite.

Consuelo Badra passou o réveillon com Tereza Cohen, mãe do maestro Claudio Cohen, em Boca Ratton e Miami.

Sandra Caiado passou as festas em Washington DC com a filha Fernanda e os netos. Ao chegar a Brasília, qual não foi a sua alegria ao receber a notícia de que o neto Arthur passou em 1; lugar no PAS para a UnB, em engenharia mecatrônica. ;Esse é o meu neto. Estou muito orgulhosa!” Quem não fica? O futuro do Brasil está nas mãos de quem estuda.

Alguns estão de volta. Outros, voltando. O importante é que todos estão com a baterias recarregadas para viver um novo ano com muita esperança, expectativa, esperando encontrar, daqui para frente, uma Brasília e um Brasil mais prósperos, mais consolidados, coerentes, mais animadores e mais nossos. Em todos os aspectos.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação