Pepe ignora perguntas sobre Brasil

Pepe ignora perguntas sobre Brasil

postado em 26/06/2014 00:00
 (foto: Daniel Ferreira/CB/D.A Press
)
(foto: Daniel Ferreira/CB/D.A Press )


Um ouvinte desatento ou mal informado talvez nem percebesse que Képler Laveran Lima Ferreira, o Pepe, 31 anos, nasceu e morou em Maceió até os 18. Ontem, em entrevista no Estádio Mané Garrincha, ignorou insistentes perguntas sobre o país de origem, citou o Brasil apenas uma vez e, sem nenhum resquício da veia nordestina, forçou o português com o sotaque lusitano.

Ao falar da sua ;equipa;, Pepe fez questão de dar ênfase à última sílaba, trocando o ;pe; pelo ;pa;, como manda a gramática portuguesa. Em quase 15 minutos de entrevista, o zagueiro abriu apenas uma exceção para a palavra ;Brasil;, quando se referiu ao país sede da Copa. Qualquer intimidade com a terra brasilis foi descartada pelo silêncio do atleta.

Questionado se torceria para a Seleção em caso de eliminação de Portugal hoje, Pepe ignorou a pergunta e se concentrou em falar sobre o futuro na equipe lusitana. ;Eu não vou abdicar de jogar na seleção. Não vou mandar carta, como alguns jogadores fizeram;, destacou.

Alguma emoção por jogar no Brasil? Ao que aparentou as reações do luso-brasileiro, nenhuma. ;Quando vim para a seleção portuguesa, não sabia que teria uma Copa no Brasil nem que eu viria;, desconversou. ;Fico orgulhoso de estar no meu segundo Mundial (com Portugal) e ter jogado dois europeus.;

Apesar da situação difícil do time no grupo, Pepe disse que acredita em milagres. ;Para mim, cada partida com a seleção é especial. É um país que me deu tudo;, ressaltou o zagueiro, lembrando que tem orgulho de ter filhos e esposa portugueses.

;Sempre vou dar tudo pelo meu país;
Pepe, zagueiro luso-brasileiro de Portugal



Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação