Ponto valioso para Inter

Ponto valioso para Inter

postado em 19/03/2015 00:00
 (foto: Rodrigo Buendia/AFP )
(foto: Rodrigo Buendia/AFP )


O Internacional volta do Equador com o objetivo cumprido: não perder para o Emelec. Em uma partida muito disputada no Estádio Jocay, em Manta, o Colorado empatou com os equatorianos em 1 x 1. Os donos da casa saíram na frente com Mena, mas Vitinho deixou o banco de reservas para empatar, no começo do segundo tempo.

O time gaúcho entrou em campo com três zagueiros, três volantes e apenas um atacante, jogando mesmo pela igualdade. Segurava bem o adversário até sofrer o gol, e acabou o primeiro tempo perdido entre tentar ir às redes e não sofrer mais. O lance que mudou a história da partida ocorreu aos nove da etapa final: antes da cobrança de um escanteio, Lastra foi expulso ao atingir Réver. Na batida, Vitinho empatou. Mesmo com um a mais, porém, o colorado sofreu para segurar o resultado.

Após a partida, os jogadores do time brasileiro mal conseguiram conversar com a imprensa. Vários objetivos voaram sobre os atletas na saída do gramado. O atacante Eduardo Sasha, que se posicionava para conversar com os repórteres, quase foi atingido por uma garrafa plástica ; ela a atirou de volta para a torcida.

A chuva de objetos não se ocorreu apenas ao fim da partida. Especialmente no segundo tempo, após a expulsão de Lastra e o empate obtido pelo Inter, cada aproximação do árbitro Mauro Vigliano à linha lateral era acompanhada de garrafas, algumas das quais quase atingiram jogadores do próprio Emelec. Os atletas equatorianos, por vezes, pediram para os torcedores mais exaltados pararem de atirar as objetos. Uma delas foi entregue por Vigliano ao delegado da partida, o que pode acarretar em perda do mando de campo para o Emelec.

O 1 x 1 deixa os dois times com sete pontos, contra seis do Strongest e três da Universidad de Chile. Pela Libertadores, o colorado só volta a campo em 16 de abril, em Santiago, contra La U. Já os equatorianos, que lideram pelo saldo de gols (três contra um), jogam na altitude de La Paz, contra o Strongest, em sua penúltima partida da etapa de grupos.




1 Emelec
Dreer; Narváez, Guagua, Achilier e Bagüi; Lastra, Burbano, Fernando Giménez, Mauro Fernández (Mondaini) e Angel Mena; Bolaños
Técnico: Gustavo Quinteros

1 Inter
Alisson; Ernando, Réver (Alan Costa) e Juan; Léo, Nicolás Freitas, Nilton, Aránguiz (Vitinho), Alex (Anderson) e Fabrício; Eduardo Sasha
Técnico: Diego Aguirre

Gols: Ángel Mena, aos 31 minutos do primeiro tempo; e Vitinho, aos 10 minutos do segundo tempo
Árbitro: Mauro Vigliano (ARG)
Cartões amarelos: Narváez, Bolaños, Réver, Alan Costa, Léo e Aránguiz
Cartão vermelho: Lastra
Renda e público: não divulgados





Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação