Brasil vende poucos ingressos

Brasil vende poucos ingressos

postado em 14/06/2015 00:00
 (foto: Jefferson Bernardes/AFP - 10/6/15)
(foto: Jefferson Bernardes/AFP - 10/6/15)


Prova de que a Seleção de Dunga e a torcida estão ;dando um tempo; no relacionamento é a baixa procura por ingressos para os jogos do Brasil. Até sexta-feira, último dia útil antes da partida de hoje, ainda havia ingressos à venda para a estreia da Seleção no torneio, contra o Peru, em Temuco.

A notícia surpreendeu os chilenos e repercutiu na mídia local porque o Estádio Germán Becker, sede da cidade, é o segundo menor do torneio, com capacidade máxima para apenas 18.125 torcedores. Há dois meses, o prefeito de Temuco, Miguel Becker, esperava 15 mil turistas brasileiros no local, algo que não deve se confirmar.

No site para compra de ingressos, também é possível achar entradas disponíveis para o jogo válido pela terceira rodada, contra a Venezuela, no próximo domingo, em Santiago, a capital chilena. Para o segundo confronto da fase inicial, contra a Colômbia, já não há mais bilhetes, mas não por causa do Brasil. A seleção de James Rodríguez e Falcão Garcia é uma das três que venderam todos os bilhetes para suas partidas, ao lado de Argentina e Chile, e certamente é a responsável pelo esgotamento das entradas para o duelo contra o Brasil, quarta-feira.

Na fase de grupos e também nas quartas de final, os bilhetes para os jogos do Brasil custam de R$ 75 a R$ 413.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação