>> Sr. Redator

>> Sr. Redator

postado em 28/03/2017 00:00
Memória

Os políticos de nosso país têm certeza de que os eleitores têm memória curta ou, então, que esquecem rapidamente os malfeitos perpetrados por eles. Só isso pode explicar a cara de pau dos Renans, Jucás e outros de pensarem em se reeleger. O cúmulo desse disparate é o Lula e Dilma estarem em campanha para as eleições de 2018. O governo deles acabou com a nossa economia, mandou para o beleléu a empresa que era um orgulho nacional, a Petrobrás. Encontram-se presos ex-ministros petistas e vários apaniguados políticos. Tanto Dilma quanto Lula estão sendo objetos de investigações e, mesmo assim, acham-se merecedores dos votos dos brasileiros. É muita falta de semancol.
; Paulo Molina Prates,
Asa Norte


Manobras

Com assessoria de magistrados, deputados e senadores, que compõem a bancada da Lava-Jato, estão muito à vontade para criar leis que tornam ilegais os crimes que têm cometido contra a sociedade, por meio da corrupção desmedida. A safadeza começa com a legalização do caixa 2. Um absurdo. Bandidos criam leis que os anistiam dos crimes que cometem. Forjam o fim do foro privilegiado, mas, na verdade, estão limitando o trabalho dos procuradores e promotores da República e dos juízes para estancar a sangria da Lava-Jato, em projeto que prevê até a prisão dos que ousam investigá-los e julgá-los pela roubalheira que praticam contra o país. Até quando o brasileiro vai aguentar as manobras dessa quadrilha que tem assento no Congresso Nacional?
; Wilson Cosme,
Asa Sul


Carne

A perda do Brasil em exportação de carne não é culpa da Polícia Federal, mas de uma dezena de auditores agropecuários e de empresários corruptos que estragam um negócio promissor. Vale salientar que a carne estragada e fraudada é servida aos brasileiros e não exportada. Pobres de nós brasileiros. Não faz muito tempo, já tivemos o caso de fraude com leite com adição de formol e, agora, vem essa com carne. A nossa saúde está bem servida. E isso ocorre com empresas de grande porte que, com certeza, não precisariam de medidas como essas para lucrar. É pura ganância que coloca em risco a saúde alheia.
; Edison Sadao Ito,
Jardim Botânico


Candidato avulso

A Constituição Federal resguarda o pluripartidarismo e, para que alguém concorra a um cargo eletivo, faz-se necessária a filiação partidária. Estamos vivendo um momento de total descrédito nos partidos e nos políticos brasileiros e não há perspectiva de mudança. A aprovação de uma Proposta de Emenda à Constituição permitindo candidaturas avulsas, ou seja, sem filiação partidária seria uma boa alternativa. Quem sabe o eleitorado brasileiro começa a buscar assinaturas para que em breve possamos ter essa possibilidade. É preciso assinaturas de pelo menos 1% dos eleitores aptos a votar. Está passando da hora de encostar essa turma.
; Jeovah Ferreira,
Taquari


Terceirização

A Câmara dos deputados aprovou um projeto sobre terceirização e o Senado quer aprovar outro. Os dois órgãos não se entendem. É por isso que este país está uma bagunça. Aí eu me pergunto qual será o projeto que o Temer vai sancionar? Aliás, esse projeto somente agrada aos empresários, e o Congresso está repleto deles.
; Washington Luiz S. Costa,
Samambaia

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação