Médico militar é morto na Chapada

Médico militar é morto na Chapada

» GEISON GUEDES Especial para o Correio » RENATA RIOS
postado em 15/10/2018 00:00
 (foto: Breno Fortes/CB/D.A Press - 14/11/217 )
(foto: Breno Fortes/CB/D.A Press - 14/11/217 )




O Exército Brasileiro confirmou que o corpo encontrado próximo ao local de uma festa na Chapada dos Veadeiros, em Alto Paraíso de Goiás, na manhã de sábado, é do tenente médico Gabriel Costa Lima. Mineiro de Belo Horizonte, o militar fazia residência médica em ortopedia e traumatologia no Hospital do Exército, no Rio de Janeiro. O corpo tinha marcas de tiros e a Polícia Civil investiga o motivo do assassinato. Agentes trabalham com a hipótese de execução.

De acordo com a Polícia Civil de Goiás, a ocorrência só foi registrada às 9h de ontem, na Delegacia de Polícia de Alto Paraíso. No entanto, a estimativa dos investigadores é de que a morte tenha ocorrido na madrugada de sábado. A informação será confirmada pela perícia. Até a noite de ontem, ninguém havia prestado depoimento.

Próximo de onde o corpo do tenente foi encontrado ocorreu uma festa no fim de semana. Mas os agentes ainda não sabem se o militar teria participado ou não do evento.

A Polícia Militar de Goiás foi acionada por volta das 8h de sábado e, chegando ao local, policiais se depararam com o corpo de um homem, com marcas de disparos de arma de fogo.

O local onde o corpo foi encontrado é um ponto turístico próximo da área urbana e tem vegetação nativa. Ao lado do local, fica a famosa Cachoeira dos Cristais, em uma propriedade privada, com área de camping, restaurante e palco para shows.


Facadas na Prainha
Um homem morreu a facadas na Praça dos Orixás, no fim a da tarde de ontem. Bombeiros socorrerem Maílson de Oliveira, que chegou vivo ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos. Testemunhas informaram aos policiais militares que a vítima era morador de rua. De acordo com a Polícia Militar, dois homens foram responsáveis pelo homicídio. A PM suspeita que os assassinos e a vítima se conheciam, mas, até o fim da noite, não havia encontrado os criminosos, que fugiram correndo.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação