Os bastidores de Game of thrones

Os bastidores de Game of thrones

Ator brasileiro que mora na Irlanda fala ao Correio sobre a experiência de atuar como figurante na oitava e última temporada da série: "Foi uma feliz surpresa"

Adriana Izel
postado em 19/05/2019 00:00
 (foto: HBO/Divulgação)
(foto: HBO/Divulgação)




Apesar de grande parte do elenco de Game of thrones ser de origem inglesa e americana, a série está habituada a ter brasileiros em seu set de filmagens. Logo na primeira temporada, a produção contou com o paulista Lino Facioli, que dá vida ao personagem Robin Arryn ; que está entre os cotados para aparecer no derradeiro episódio, que será exibido hoje, às 22h, na HBO ; e depois, na sexta temporada, foi a vez de o carioca Diogo Sales se unir à atração interpretando um dos dothrakis do khal de Drogo (Jason Momoa), que acaba sendo morto por Daenerys Targaryen (Emilia Clarke).

Agora, na oitava e última sequência da trama fantasiosa, mais de 10 brasileiros estiveram entre os figurantes da produção, atuando como imaculados, integrantes da Patrulha da Noite e do exército de Winterfell. Um deles é o mineiro de Lavras Adriano Elisei. Morador da Irlanda, ele participou das gravações da série que se passavam na fictícia região de Winterfell, local que recebeu a batalha contra os Caminhantes Brancos e que foi o cenário dos três primeiros episódios da atual temporada de GoT.

A oportunidade de participar da série veio da experiência do brasileiro na figuração de outro seriado, a produção Vikings, na qual trabalha frequentemente desde 2017. ;Foi lá que fiquei sabendo que GoT estava procurando por mais extras para participar da oitava temporada. Aqui na Irlanda temos muitas séries e filmes sendo rodados e existem várias empresas em que você se registra para poder participar. E foi assim que eu fiz, me registrei no site de GoT e não demorou muito para eles me chamarem. Confesso que não esperava ser chamado, mais foi uma feliz surpresa;, conta em entrevista ao Correio.

Rotina de filmagens
Adriano Elisei apareceu logo no episódio de estreia da oitava temporada de Game of thrones. O brasileiro esteve em uma cena com Peter Dinklage, Liam Cunningham e Conleth Hill, que interpretam Tyrion Lannister, Davos e Varys, respectivamente. ;Minha participação principal aconteceu no primeiro episódio. Foi uma experiência incrível. O contato com os atores, diretores e toda a equipe foi incrível;, completa.

;A produção e a organização são impecáveis. Quer dizer, às vezes podem esquecer algum copo de café na cena... (risos) Mas tudo é impecável, roupas, cenas, cenários, equipes. Nós, extras (figurantes), temos um mix de trabalho e diversão por estarmos participando de séries da qual somos fãs.;

Por morar em Dublin, o brasileiro levava duas horas para chegar aos sets de filmagens. Mas isso era pouco se comparado com os sacrifícios que outros fãs da série faziam só para ter a oportunidade de participar da trama. ;Durante as gravações, conheci gente que veio de outros países mais distantes só para participar. Escoceses, americanos etc. Como sou fotógrafo, o que mais me chamou a atenção foi toda a produção por trás da cena, câmeras, lentes, efeitos;, completa.

Sobre o dia a dia dos bastidores de Game of thrones, Adriano revela que é bastante restrito, principalmente se comparado com outros trabalhos que ele já fez. ;Diferentemente do Vikings, em que os extras e os atores dividiam praticamente o mesmo espaço, em GoT isso não é possível. Chegando ao estúdio, a primeira coisa que fazem é colocar um adesivo em cada câmera do seu celular. É extremamente proibido fotos, compartilhar localização ou falar qualquer coisa sobre o que está sendo gravado. Nosso contato com os atores principais fora das cenas é mínimo. Se tiver a sorte, como eu tive, de participar de alguma cena, onde é só você e os atores, provavelmente vai ter oportunidade de conversar com eles;, explica.

Mesmo assim, acredita que valeu muito a pena a experiência de estar na última temporada de uma série tão emblemática como a produção da HBO: ;Game of thrones me marcou pelo tamanho da produção, por ser a maior série já feita na história. Fiquei extremamente feliz por ter aparecido em uma cena, em foco, como foi;, define.




Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação