Emoção e empate na Arena

Emoção e empate na Arena

Em jogo eletrizante, Grêmio e Chapecoense empatam por 3 x 3. Nos acréscimos, donos da casa reclamam pênalti anulado

postado em 06/08/2019 00:00
 (foto: Lucas Uebel/Grêmio PBPA
)
(foto: Lucas Uebel/Grêmio PBPA )




O Grêmio empatou, ontem, com a Chapecoense por 3 x 3, na Arena, pela 13; rodada do Campeonato Brasileiro. Em uma partida de várias alternativas, as duas equipes lutaram para buscar a vitória até o fim. Com o resultado, o tricolor gaúcho segue na 13; colocação, com 17 pontos. A equipe catarinense se mantém no Z-4, na 17; posição, com 10 pontos.

Sem compromissos durante a semana, o técnico Renato Gaúcho mandou a campo força máxima. Aos quatro minutos, Maicon tocou de calcanhar para Everton, que dominou e soltou a bomba. Tiepo fez grande defesa. Dois minutos depois, Kannemann furou, Everaldo saiu em disparada, driblou Geromel, mas o camisa 3 conseguiu se recuperar.

De tanto insistir pelo lado direito, os donos da casa finalmente abriram o placar. Aos oito, após a cobrança do escanteio de Alisson, Geromel sobiu mais que Gum e estufou as redes de Tiepo. Os catarinenses não se abateram e logo na sequência chegaram à igualdade. Aos 11, Everaldo entortou Kannemann, depois driblou Geromel e finalizou sem chance para Paulo Victor.

Brilhou a estrela do atacante Everton, aos 25, quando recebeu passe de Maicon, dominou e chutou. Tiepo falhou, a bola passou por baixo do goleiro e morreu no fundo da rede. Aos 33, Camilo cobrou escanteio na cabeça de Gustavo Campanharo, que subiu mais alto que Léo Gomes e deixou tudo igual.
Por pouco, a Chape não virou. Aos 37, após lambança de Maicon, Camilo saiu em velocidade e acionou Arthur Gomes. O camisa 27 chutou cruzado, mas a bola foi para fora. A etapa inicial foi bem movimentada, com os dois times se mostrando interessados em atacar e buscar o gol.

Muito equilíbrio marcou o início do segundo tempo. Os visitantes insistiam na bola aérea, enquanto os mandantes mostravam dificuldade de infiltração na defesa adversária. Perigosa nos contra-ataques, a Chape chegou ao terceiro gol. Aos 14 minutos, Maicon caiu no gramado após o passe de Cortez. Após o cruzamento da direita, Arthur Gomes aproveitou um cochilo de Kannemann e tocou para o fundo da rede de Paulo Victor.

Em busca do empate, o tricolor gaúcho se lançou para o ataque, enquanto os catarinenses se fecharam na defesa. Aos 31, após grande jogada, Léo Gomes cruzou para Tardelli, que cabeceou. Tiepo operou um milagre. Na base do abafa, a equipe gremista tentou chegar ao empate. Aos 35, Luan cobrou a falta na cabeça de Tardelli, que cabeceou para deixar tudo igual novamente.

O tricolor gaúcho investiu numa bliz completa na tentativa de fazer o quarto gol. Aos 38, Everton chutou da entrada da área e a bola explodiu no travessão. Aos 41, Luan cobrou falta na cabeça de Tardelli, que mandou para fora.

Nos acréscimos, o VAR foi acionado quando Kannemann caiu na área após o empurrão de Maurício Ramos. Depois de ver o recurso eletrônico, o árbitro Felipe Fernandes de Lima anulou a penalidade. Mesmo com toda pressão, o Grêmio não conseguiu atingir o triunfo. No Brasileirão deste ano, o tricolor ainda não derrotou nenhum time que está na zona do rebaixamento.



R$ 410.854
Renda da partida, com público total de 15.171 pessoas



Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação