Só a vitória não basta

Só a vitória não basta

postado em 26/06/2014 00:00
 (foto: Fotos: Daniel Ferreira/CB/D.A Press
)
(foto: Fotos: Daniel Ferreira/CB/D.A Press )


Grandes emoções são esperadas para a partida desta tarde entre Portugal e Gana. Se, dentro de campo, as duas seleções devem protagonizar um duelo aberto, pois ambas precisam desesperadamente de vitória, as atenções também ficarão voltadas para o que estará acontecendo a 2 mil quilômetros dali. No Recife, Alemanha e Estados Unidos atuam no mesmo horário, e o resultado dessa partida influencia nas chances de sobrevivência de portugueses e ganeses.

O que deixa a situação mais dramática é que um empate na Arena Pernambuco elimina Portugal e Gana da Copa, independentemente do placar em Brasília. Alemães e americanos somam quatro pontos, enquanto portugueses e ganeses têm um. Nos últimos dias, a possibilidade de um resultado combinado no Recife pautou as entrevistas das quatro seleções, mas foi descartada por todos os treinadores.

;Não podemos ter esse medo. Temos de ter respeito, dignidade, trabalho. Nós temos um jogo, e eles, outro. Nós só podemos jogar o nosso;, declarou o técnico português, Paulo Bento, ontem, na capital federal. O comandante da seleção de Gana também preferiu esquecer o duelo entre Alemanha e EUA. ;Temos de nos concentrar na nossa partida. Klinsmann e L;w comandam duas grandes equipes e acredito que vão dar o melhor para vencer;, afirmou James Appiah.

A situação da equipe lusitana é mais crítica do que a de Gana. Como levaram 4 x 0 na estreia contra a Alemanha, os europeus precisam golear os africanos, além de torcer contra os Estados Unidos (veja quadro). Ontem, um clima melancólico marcou a entrevista coletiva do treinador do time e do zagueiro Pepe. Paulo Bento chegou a admitir que a partida no Mané Garrincha pode marcar o fim de uma das gerações mais bem-sucedidas da história do país.

Alguns dos principais nomes da atual seleção portuguesa, como Raul Meireles, João Pereira, Bruno Alves, Postiga, Hugo Almeida e Pepe, passam da casa dos 30 anos e não devem participar da campanha rumo à Copa da Rússia, em 2018. Mesmo o astro Cristiano Ronaldo, com 29, dificilmente estará no auge em quatro anos.

Para a partida de logo mais, Pepe, expulso no primeiro jogo, deve retornar à zaga no lugar de André Almeida. No ataque, Varela, autor do gol de empate contra os EUA, pode assumir o lugar de Hélder Postiga.

Do lado ganês, o técnico James Appiah usou o empate contra a Alemanha, na semana passada, para dizer que sua seleção tem boas condições de vencer Portugal e seguir em frente na Copa. ;Se entrarmos com tranquilidade e nos mantivermos concentrados 100% do tempo, podemos ganhar;, disse o treinador. Muntari, suspenso, é desfalque no time.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação