Três perguntas para

Três perguntas para

postado em 14/06/2015 00:00
 (foto: YouTube/Reprodução)
(foto: YouTube/Reprodução)


Lilian Tintori, mulher do líder opositor venezuelano Leopoldo López, preso em Ramo Verde desde 18 de fevereiro de 2014

Qual é a condição de saúde atual de seu marido?
Apesar de completar 19 dias de greve de fome (na sexta-feira) e de ter perdido mais de 10kg, Leopoldo está forte e firme; convencido de que esse sacrifício que faz em solidariedade ao sofrimento do povo venezuelano é uma demonstração de até onde está disposto a chegar com seu compromisso com a liberdade e o bem-estar dos venezuelanos. A greve é feita pela libertação dos presos políticos ; Leopoldo nos explicou que mais de 70 pessoas estão presas por simplesmente não concordarem com o governo e algumas completam mais de um ano no cárcere à espera de uma audiência preliminar. Depois de mais de duas semanas, pude ver meu marido hoje (sexta-feira). Está muito magro, mas firme. Disse que manterá a greve de fome. Eu o apoio até o fim, o admiro profundamente, admiro seu compromisso com a liberdade do povo venezuelano.

Caso ele morra, quem vocês pretendem culpar?
Hoje, cerca de 100 pessoas se somaram à greve de fome. Isso deve dar um sentido da urgência que vive o país e até onde os venezuelanos estão dispostos a chegar para defender a liberdade e a democracia. O nível de compromisso é incrível e diretamente proporcional à urgência de resgatar nossos direitos. É claro que a saúde dessas pessoas nos preocupa, mas devemos recordar que o protesto é legítimo e democrático. É uma greve pacífica, constitucional e profundamente democrática.

Quando o veredito de Leopoldo ópez deve ser anunciado?

A Leopoldo não se segue um julgamento, o qual deveria ser público. O julgamento de Leopoldo é oculto, secreto e militarizado. Em um processo formal, a busca pela verdade permite provas e depoimentos de ambas as partes. Neste julgamento, não se permitiu à defesa sequer um depoimento ou uma prova, enquanto que a promotoria pôde escolher 108 testemunhos, quase todos membros do governista PSUV (Partido Socialista Unido da Venezuela). O julgamento de Leopoldo é muito mais um paredão. Meu marido está sequestrado por um regime que tem sido incapaz de aportar uma única prova contra ele, pois Leopoldo é inocente. (RC)



Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação