Canadá investiga suposto ataque

Canadá investiga suposto ataque

postado em 02/10/2017 00:00
 (foto: Michael Mukai/AFP)
(foto: Michael Mukai/AFP)


Um homem detido pela polícia de Edmonton, cidade na região oeste do Canadá, é suspeito de ter atuado como lobo solitário ; terrorista que age sozinho ; em uma série de incidentes violentos, os quais deixaram cinco pessoas feridas. O agressor, que não teve a identidade revelada, teria esfaqueado um policial e atropelado quatro pedestres, na noite de sábado. A onda de crimes começou nos arredores de um estádio de futebol e acabou horas depois, durante perseguição de carro em alta velocidade. Por meio de um comunicado, a polícia afirmou que, ao levar em conta os eventos e as provas obtidas, a investigação segue a linha de terrorismo.

;Não podemos e não permitiremos que o extremismo violento se enraíze em nossas comunidades;, afirmou o primeiro-ministro canadense, Justin Trudeu, ao pedir que os cidadãos permaneçam atentos. Ele declarou que está ;extremamente preocupado e indignado com essa tragédia;. Segundo o chefe do governo, a Polícia Real Montada do Canadá e a Equipe Policial Nacional Integrada trabalham com a polícia de Edmonton na investigação. ;Sabemos que a força do Canadá vem da nossa diversidade, e não seremos intimidados por aqueles que procuram nossa divisão, ou que buscam promover o medo;, insistiu.

A sucessão de crimes começou às 20h15 (23h15, em Brasília), quando um homem de cerca de 30 anos, a bordo de um Chevrolet Malibu branco, colidiu o carro contra barreiras da polícia nos arredores do estádio de Edmonton, no qual era realizada uma partida do campeonato canadense de futebol. O carro atropelou um agente que estava em frente a viatura, lançando-o a 4,5m no ar. O motorista saiu do veículo e começou a esfaquear o policial, que foi levado ao hospital. O suspeito fugiu a pé, mas entrou na mira da polícia novamente quando, a bordo de uma van, foi parado em uma blitz.

Fuga
Em alta velocidade, ele fugiu, rumo ao centro de Edmonton. ;Durante a perseguição, a van tentou deliberadamente atropelar pessoas nas faixas de pedestres e em becos;, explicou a polícia, por meio de um comunicado. Quatro cidadãos foram atingidos e ficaram feridos. A perseguição acabou quando a van tombou, e o motorista foi preso.

Apesar da suspeita de terrorismo ; os incidentes lembram ataques similares com carros em cidades europeias como Barcelona, Londres, Nice, Berlim e Estocolmo ;, um porta-voz do Departamento de Segurança Pública afirmou que o nível de ameaça extremista no Canadá continua médio desde 2014, quando um homem armado atacou o Parlamento, matando um soldado, antes de ser abatido.




Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação