Desenho de criança?

Desenho de criança?

Confira a entrevista com o escritor e ilustrador norte-americano Todd Par, que esteve na semana passada na Escola Americana de Brasília para um bate-papo com os alunos. Ele criou o desenho ToddWorld

» ANA PAULA LISBOA
postado em 10/05/2014 00:00
 (foto: Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press)
(foto: Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press)

Um mundo hipercolorido, alegre, cheio de tolerância e carinho. Esse é o universo dos livros do norte-americano Todd Parr, 51 anos, que esteve na Escola Americana de Brasília para um bate-papo na última segunda-feira. O autor e ilustrador publicou 46 livros, dos quais 17 foram lançados no Brasil nos últimos 10 anos, entre eles O livro da família, O livro da gratidão, O livro do planeta Terra, O livro da paz e Tudo bem ser diferente. Ele é criador do desenho ToddWorld. As histórias passam mensagens que Todd gostaria de ter tido na infância:

; Quando garoto, eu lia devagar e tinha problemas para ler na frente da classe. Eu até fazia parte de uma aula especial de leitura. Eu me sentia diferente, e muitas crianças da escola riam de mim. Eu me lembrei disso para escrever Tudo bem ser diferente. Todos somos diferentes, sofremos com coisas diferentes e nem sempre entendemos o lado do outro. Tiro as ideias legais para os meus livros da minha infância e de conselhos de outras pessoas.

O livro Tudo bem ser diferente deixa claro, por exemplo, que não há problema em usar óculos, em comer macarrão com queijo na banheira, em estar sem um dente, em ter orelhas grandes, em ser adotado, em ficar bravo, em ter uma cor diferente;

Além de não ser um leitor muito bom, Todd Parr não ia bem nas aulas de artes na infância. Quem imaginaria que um menino assim poderia se tornar um escritor e ilustrador bestseller? Durante 15 anos, trabalhou como comissário numa companhia de aviação. Há 17 anos, ele se lembrou do sonho antigo de ser artista e começou a escrever e a desenhar dentro do avião. Deu tão certo que ele largou a aviação para seguir a carreira de autor. Os desenhos são simples, mas têm personalidade e fogem dos padrões.

; Dizem que eu desenho como um macaco. Eu desenho quase do mesmo jeito que eu desenhava no jardim de infância. Qualquer criança pode pensar que desenha melhor que eu. Os que quiserem ter um emprego como o meu têm que trabalhar duro na escola.

Todd esteve no Brasil para participar da Festa Literária de Pirenópolis e ficou encantado com as comidas daqui, especialmente, com pão de queijo. Quando não está desenhando e escrevendo, Todd, cuja cor preferida é azul, cuida de seus cachorros, Pete e Tater Tot, coleciona brinquedos antigos, ajuda projetos de proteção aos animais e de doação de livros para quem não tem. Todd deve lançar um novo desenho no ano que vem e pretende abrir uma loja de tacos.



Top 10

As coisas preferidas de Todd Parr
  1. Ler
  2. Animais
  3. Cozinhar
  4. Pintar
  5. Macarrão com queijo
  6. Curtir o oceano
  7. Ter cuecas limpas
  8. Escrever
  9. Viajar
  10. Dormir

Na internet
Para saber mais sobre Todd Parr, ver fotos e checar os livros dele, acesse www.toddparr.com (em inglês).


Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação