Brasília tem três novos milionários

Brasília tem três novos milionários

Os sortudos ganharam na Lotofácil da Independência, em sorteio realizado ontem, em São Paulo. Ao todo, 43 pessoas de 13 estados levarão para casa R$ 1.821.021,77 cada uma

» PALOMA SUERTEGARAY
postado em 08/09/2014 00:00
 (foto: Breno Fortes/CB/D.A Press - 5/3/14 )
(foto: Breno Fortes/CB/D.A Press - 5/3/14 )

Imagine fazer uma aposta no valor de R$ 1,50 e, no dia seguinte, acordar com quase R$ 2 milhões no bolso. Esse sonho virou realidade para os 43 ganhadores da Lotofácil da Independência, sorteada na manhã de ontem. Os felizardos são de 13 estados diferentes e dividirão o prêmio de R$ 78,3 milhões ; maior valor pago pela modalidade, desde a sua criação. Cada um dos vencedores faturou, individualmente, nada menos do que R$ 1.821.021,77. Três afortunados moradores do Distrito Federal fazem parte da lista.

Desde 5 de agosto foram feitas mais de 38 milhões de apostas em todo o país. O total arrecadado foi de mais de R$ 212 milhões. O sorteio foi realizado no Parque da Independência, em São Paulo, e começou às 10h. As dezenas premiadas foram: 03, 20, 18, 06, 08, 02, 19, 15, 23, 24, 21, 14, 22, 12 e 05.

São Paulo teve o maior número de ganhadores: 14 no total. Além das três apostas vencedoras do DF, o prêmio também saiu para duas do Rio de Janeiro, três do Rio Grande do Sul, cinco da Bahia e nove de Minas Gerais. Os estados do Amazonas, de Goiás, Mato Grosso, Pará, Pernambuco, Paraná e Santa Catarina tiveram uma aposta vencedora cada. Na segunda faixa de premiação, 5.889 apostadores acertaram 14 dezenas e vão levar R$1.289,49 cada.

160 limusines

Se uma pessoa ganhasse os R$ 78,3 milhões sozinha e investisse o dinheiro na poupança, ela teria o generoso rendimento mensal de R$ 484,7 mil, ou R$ 16 mil por dia. A fortuna seria suficiente para comprar mais de 66 imóveis de R$ 1,2 milhão cada, ou montar uma frota de 160 limusines.

Quem ganhou apenas R$ 1,8 milhões, no entanto, não tem do que reclamar. O dinheiro também bastaria para quitar dois apartamentos de três quartos no bairro Noroeste e ainda sobraria um pouco para mobiliá-los com luxo. Amantes de viagens poderiam usar a fortuna para as mais ousadas aventuras: a bolada é suficiente para dar 60 voltas ao mundo.




Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação