Mulher de cantor culpa a sogra

Mulher de cantor culpa a sogra

Grávida de 3 meses, Poliana Chaves agora muda a versão, nega ter sido agredida por Victor e diz que tudo não passou de um desentendimento familiar

» Valquiria Lopes
postado em 27/02/2017 00:00
 (foto: Reprodução/Instagram)
(foto: Reprodução/Instagram)



Em carta publicada ontem em uma rede social, a mulher do cantor sertanejo Victor Chaves, da dupla sertaneja com o irmão Léo, negou ter sido agredida pelo marido, assim como relatou em queixa policial registrada na última sexta-feira. Poliana Bagatini Chaves, que está grávida de 3 meses, afirma na nota que teve um grande desentendimento familiar que a abalou profundamente. Tratava-se, segundo ela, de uma discussão com a sogra. E como não tem parentes ou amigos em Belo Horizonte, estava distante de sua cidade e não teve o apoio do marido, viu na polícia um ;lugar onde se sentira amparada;.

Na rede social, Poliana demonstra arrependimento e diz: ;De uma hora para outra, vi meu nome e o de minha família expostos na mídia. Me senti (sic) no dever de esclarecer os fatos que foram veiculados. Espero que, uma vez esclarecido, possa voltar a me dedicar ao meu marido, à minha filha e à minha gravidez;, afirma.

Na carta, ela nega a existência de crime. ;Em momento algum, considerei que tivesse ocorrido qualquer crime, principalmente, praticado por meu marido, Victor, tanto que falei, em meu depoimento à polícia, que não tinha interesse na apuração de natureza penal. Poliana relatou, ainda, que não foi machucada e que, para comprovar isso, resolveu fazer o exame de corpo de delito no Instituto Médico-Legal da Polícia Civil. Ao fim do documento, pede sossego. ;...agora, preciso de paz para me recompor;.

A versão relatada no Instagram, entretanto, é bem diferente da descrita no boletim de ocorrência registrado na delegacia, por volta do meio-dia de sexta-feira. De acordo com o documento, Poliana relatou ter sido jogada no chão e chutada pelo marido. A violência teria ocorrido na residência do casal, no Bairro Luxemburgo, na mesma região da capital mineira.

Ainda de acordo com o boletim, Poliana disse ter sido vítima de violência por motivos fúteis e que, após cessarem as agressões, ela foi impedida por um segurança e pela irmã do cantor de sair do local. À polícia, a mulher do cantor contou ainda que uma vizinha ouviu os pedidos de socorro dela e chamou o elevador para que ela conseguisse sair do prédio. ;No momento da confecção desta ocorrência, a vítima informa que estava recebendo ameaças por parte da irmã do autor por mensagens eletrônicas;, informa o boletim.

No mesmo dia, ela foi encaminhada para ser ouvida na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, mas não aguardou para prestar depoimento e também não se apresentou para fazer exame de corpo e delito no Instituto Médico-Legal (IML). De acordo com a Polícia Civil, Poliana retornou à delegacia no sábado para prestar o depoimento e também fez o procedimento no IML.

Mesmo com a carta, a Polícia Civil de Minas Gerais informa que as investigações continuam. De acordo com a previsão legal, registros de casos de agressão, no âmbito da Lei Maria da Penha, independem de representação da vítima para apuração. ;Portanto, continuam os procedimentos pertinentes ao trabalho investigativo. A carta publicada em redes sociais também será analisada pela equipe responsável pelo caso;, informou a polícia, por meio de nota. Até o momento, Poliana não compareceu à Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher para novo depoimento, segundo a polícia.

Fora do ar
O cantor Victor pediu para ser afastado do programa The voice kids, exibido pela TV Globo aos domingos, depois da denúncia de que agrediu a mulher Poliana. Em nota lida no início da atração, ontem à tarde, o apresentador André Marques anunciou a solicitação do mineiro. Como dois episódios já estavam prontos, a emissora decidiu ;manter o programa como ele foi gravado;. Porém, a edição de ontem ;escondeu; Victor, que só apareceu de longe. Apenas seu irmão e parceiro Leo ganhou destaque nas cenas.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação