Nunca é só mais um jogo

Nunca é só mais um jogo

Flamengo e UniCeub/BRB cumprem tabela hoje, mas duelo dos únicos campeões do torneio é sempre marcado por rivalidade. Partida será em Manaus, que abre espaço para outros esportes além do futebol

MARCELO CARDOSO*
postado em 01/04/2017 00:00
 (foto: Luis Nova/Esp. CB/D.A Press - 14/1/17
)
(foto: Luis Nova/Esp. CB/D.A Press - 14/1/17 )




Flamengo mandará clássico em Manaus. Parece futebol, mas é basquete. Cada vez mais aberta a diferentes esportes, a cidade amazonense recebe hoje, às 14h (de Brasília), o confronto de maior expressão da modalidade nacional, entre os únicos campeões do Novo Basquete Brasil (NBB). Pela última rodada da fase classificatória, o rubro-negro e o UniCeub/BRB se enfrentam já garantidos nas quartas de final e sem muito pelo que brigar.

Desde a inauguração da Arena da Amazônia, em março de 2014, o Flamengo é o time que mais mandou jogos de futebol no local. Foram cinco partidas, sendo três clássicos. Nesses, o duelo contra o Vasco, no ano passado, rendeu o maior público registrado no estádio: 44.419 pessoas. Segundo o último levantamento do Instituto de Pesquisas do Norte (Ipen), o rubro-negro é o dono da maior torcida da cidade, com 39% da população: cerca de 550 mil pessoas.

Ciente da popularidade no futebol, o clube resolveu levar também o basquete para os fãs manauaras. Esta será a segunda vez do NBB na Região Norte ; a segunda graças ao Flamengo. Na estreia, em 11 de março deste ano, mais de 5 mil ingressos foram vendidos para o confronto com o Vasco na Arena Amadeu Teixeira, palco do jogo de hoje.

Na ocasião, a partida prevista para começar às 14h teve atraso de 40 minutos até a bola finalmente subir. Devido a uma forte chuva, a água irrompeu pela circulação de ar do teto do ginásio e invadiu a quadra. Para hoje, André Galvão, diretor de Eventos da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), afirma que os problemas no teto do local foram solucionados e que o embate começará no horário previsto.

Vôlei

Outro esporte que tem se aventurado por Manaus é o vôlei. Pela Superliga Feminina, o São Caetano-SP optou por mandar na cidade três partidas da atual temporada. O sucesso de público foi tão grande que as apresentações figuram entre as cinco de maior público no biênio da liga. Os duelos contra Rio de Janeiro ; recorde da temporada ;, Praia Clube e Osasco levaram, somados, 14.808 pessoas ao ginásio.

;É uma tendência cada vez maior trazermos essas outras modalidades para cá, e não só futebol;, diz Galvão. Segundo ele, a cidade receberá eventos de tênis de mesa e de jiu-jítsu nos próximos meses. A ideia da secretaria é difundir e estimular a prática esportiva no estado.

A vitória sobre o Minas na última rodada garantiu o Flamengo na liderança pela quinta vez em nove edições do NBB. Contra o UniCeub/BRB, o campeão de cinco das oito edições da liga entra em quadra apenas para cumprir tabela.

Os candangos, por sua vez, chegam para o jogo com situação quase definida. Apesar da derrota para Macaé, na quarta-feira, a equipe do DF contou com o revés do Bauru (5;) para confirmar o G-4 e a classificação antecipada às quartas de final. Diante do Flamengo, luta pela vitória e torce contra Franca para retomar a terceira posição ; perdida na rodada anterior ; e, teoricamente, enfrentar um adversário menos complicado nas quartas.

;Vejo um jogo importante para chegarmos fortes aos playoffs, importante para terminarmos no terceiro lugar;, ressalta o técnico do UniCeub/BRB, Bruno Savignani. ;Apesar dos altos e baixos, fizemos uma bela primeira fase de maneira geral. Voltar para o G-4 depois de três temporadas ausente é muito importante.;

*Estagiário sob a supervisão de Cida Barbosa



Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação