Entenda o caso

Entenda o caso

postado em 15/04/2017 00:00
Esquema corrupto

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin tornou pública a delação de ex-executivos da Odebrecht. Com mais de 300 gigabytes de documentos e vídeos, os arquivos detalham o esquema de corrupção entre empresários e políticos. Mais de 100 autoridades e, pelo menos, 15 partidos são citados na delação que mostra como a empresa se beneficiou por meio de pagamento de propina e de caixa dois, de favorecimento em licitações, de edição de leis e de decretos e de ações de ministérios. O dinheiro ilícito era pago por um sistema de informática chamado Drousys. Com servidor na Suíça e, depois, na Suécia, ele era controlado pelo Setor de Operações Estruturadas da empresa. A partir dele, eram organizados os pagamentos milionários para garantir os interesses da empreiteira.



Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação