Coreias reabrem linha de contato

Coreias reabrem linha de contato

postado em 04/01/2018 00:00
 (foto: AFP)
(foto: AFP)


As duas Coreias reativaram, ontem, a linha vermelha de comunicação transfronteiriça, desativada desde 2016. A retomada do contato entre os dois países ameaça a política de Washington em relação a Pyongyang ; o governo de Donald Trump tem preferido adotar uma postura de confrontação com o regime de Kim Jong-un. Na véspera, Trump chegou a se vangloriar, por meio do Twitter, que o seu botão nuclear é ;muito maior; do que o do ditador norte-coreano. O canal de comunicação de Panmunjom, vilarejo na fronteira entre as duas nações onde o cessar-fogo da Guerra da Coreia (1950-53) foi assinado, foi reaberto às 3h30 (hora de Brasília), depois de quase dois anos. ;A conversa telefônica durou 20 minutos;, declarou à agência France-Presse um funcionário do ministério da Unificação da Coreia do Sul, sem dar detalhes.Recentemente, o governo de Seul propôs diálogo ao vizinho, em resposta a um gesto do líder norte-coreano, que evocou uma possível participação nas Olimpíadas de Inverno, no próximo mês, na Coreia do Sul. Kim aproveitou o discurso de ano-novo para o raro gesto em direção ao Sul, em um contexto de crescente tensão. Nos últimos meses, o Norte realizou uma série de disparos de mísseis balísticos e seu sexto teste nuclear, avançando em suas ambições militares. Seul propôs um encontro de alto nível entre autoridades dos dois países ; o primeiro desde 2015 ;, que deve ocorrer na próxima terça-feira, em Panmunjom.

A embaixadora dos Estados Unidos na ONU, Nikki Haley, considerou que seu país ;não levará a sério qualquer reunião (entre Seul e Pyongyang) que não preveja a total proibição de armas nucleares na Coreia do Norte;. Já a porta-voz do Departamento de Estado, Heather Nauert, disse que Kim ;pode estar tentando romper a ligação; entre Seul e Washington.

As Coreias do Norte e do Sul estão separadas há décadas pela Zona Desmilitarizada (DMZ), uma das fronteiras mais fortemente armadas do mundo. As últimas discussões bilaterais, em dezembro de 2015, fracassaram. A linha telefônica de Panmunjon era utilizada duas vezes por dia, antes de ser interrompida, em fevereiro de 2016, após a deterioração das relações bilaterais relacionadas a uma disputa sobre o complexo industrial conjunto Kaesong.

O site The Diplomat divulgou, ontem, que um míssil Hwasong-12 lançado por Pyongyang em 28 de abril passado teria atingido a cidade norte-coreana de Tokchon. Uma fonte do governo dos EUA garantiu que o artefato caiu após um minuto de voo. Não ficou claro se o incidente deixou vítimas.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação