Mercado reage aos bons números

Mercado reage aos bons números

postado em 04/08/2018 00:00

O mercado surfou nas boas ondas do balanço da Petrobras e ainda se aproveitou de um quadro menos tenso no cenário político do país. O Ibovespa, principal índice de lucratividade da Bolsa de Valores de São Paulo (B3), registrou a sexta semana seguida de alta e fechou o pregão com alta de 2,26% aos 81.435 pontos. O dólar perdeu força, após divulgação de relatório de emprego pior do que o esperado nos Estados Unidos, e recuou 1,38% cotado a R$ 3,706.

Com o melhor lucro em sete anos, a Petrobras puxou a alta do Ibovespa. Os papéis da petroleira dispararam. As ações ordinárias fecharam com alta de 3,48%, cotadas a R$ 23,22. As preferenciais subiram 3,04%, precificadas em R$ 21,11. Para Carlos Oliveira, analista da Capital Investimentos, o mercado reconheceu a percepção de valor da Petrobras. ;A manutenção das taxas de juros, tanto no Brasil quanto lá fora, também colaborou. Estamos passando uma semana na qual o nível de preocupação com as eleições ficou um pouco mais ameno. O mercado se acalmou em relação a temores externo e interno. Tudo isso coincidiu com um balanço surpreendente da Petrobras;, afirmou.

Para o economista-chefe da SulAmérica Investimentos, Newton Rosa, o mercado foi muito favorecido pela acomodação ao risco. ;Os dados dos Estados Unidos reforçaram a estratégia do Fed (Federal Reserve, banco central norte-americano) e o dólar perdeu força, repercutindo aqui no Brasil. Além disso, tivemos um quadro político sem novidades;, destacou.

Na opinião de Jason Vieira, economista-chefe da Infinity Asset, os dados ;bastante positivos; da Petrobras mostraram os efeitos da política de preços alinhada ao mercado internacional. ;Depois de uma abertura meio estranho, a tendência do mercado melhorou ao longo dia;, avaliou. (SK)

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação