Sr. Redator

Sr. Redator

postado em 08/04/2017 00:00

O trem
Eu torço pela reativação do trem de passageiros que partia de Brasília com destino a Campinas (SP). Eu viajei naquele trem. Fazia baldeação em Pires do Rio (GO) e eu embarcava em outro trem para seguir para Vianópolis (GO). Tenho saudade. Caso aconteça a reativação, desafogará o trânsito na BR-040, trecho Luziânia/Brasília, e aqueles que hoje viajam como sardinha em lata nos ônibus terão maior conforto nos deslocamentos para o trabalho e poderão ter mais tempo para descanso depois de um dia de luta. Lamentei profundamente quando, em 1992, a locomotiva parou de puxar os vagões de passageiros. Até hoje sinto o cheiro da comida do restaurante. Não pude sentir o sabor, o meu dinheiro era pouco. Quantos namoros começaram naquele trem e acabaram em casamentos. Eu quero ver os vagões de passageiros novamente nos trilhos. O nosso país precisa investir no transporte ferroviário. É sabido que 100 vagões de carga transportam a mesma carga de 300 caminhões. Brasil sobre os trilhos. Uma excelente opção.
; Jeovah Ferreira,
Taquari

Poluição sonora
Nos dias altamente estressantes em que se vive, o silêncio deve ser compreendido como um direito do cidadão. A poluição sonora é mal que atinge os habitantes das cidades, capaz de produzir incômodo ao bem-estar e malefício à saúde. Está se tornando insuportável a poluição sonora desencadeada pelas inúmeras motocicletas que circulam com o escapamento aberto pelas vias de Brasília. Há de lembrar-se que o mundo do direito não está alheio aos atos lesivos provocados pelo ruído, na medida em que ele atinge a saúde do homem. Apesar de todos saberem os efeitos da poluição sonora e inobstante haver legislação específica e até projetos isolados, de nada adiantam se a fiscalização dos órgãos competentes, notadamente o Detran e Instituto Brasília Ambiental (Ibram), continuar praticamente inoperante.
; Renato Mendes Prestes, Águas Claras


Educação
Reformam o ensino médio e a idade de alfabetização. Reformam quase tudo na educação no Brasil, só não o salário de professores. Veja o caso aqui do DF, onde os professores estão há quase 30 dias em greve. Por que o governo não negocia seriamente? Não busca recursos com o governo federal? Não usa, por exemplo, verba das loterias federais, dos impostos sobre combustíveis, das multas de trânsito? Por que não se recria a CPMF e se usa temporariamente para aumentar o que é pago aos mestres? Saídas existem, sim, mas o governo age com indiferença em relação à categoria, comportamento que se repete na maioria das unidades da Federação.
; Washington Luiz S Costa, Samambaia

Greve
Ótimo que se decrete inconstitucional a greve por parte de servidores de instituições encarregados da segurança do povo, contanto que se acrescente uma cláusula que obrigue, sob pena de pesadas multas e prisão, os dirigentes de ditas instituições a respeitarem integralmente os direitos dos servidores, constitucionalmente garantidos, para não se sentirem tratados sob regime de escravidão.
; Elizio Nilo Caliman, Lago Norte

Crise

A coisa está tão feia para o povo do DF que tem gente latindo no fundo do quintal para economizar cachorro. Agora, se não bastasse, a falta de pagamento de internet nos hospitais e postos de saúde atrapalha de vez a vida do povo. Rollemberg, assim, o povo volta a sentir saudade do Roriz.
; Elmar de Oliveira, Octogonal

; A situação caótica em que o Brasil se encontra começou em janeiro de 2003. Veio o mensalão e, logo a seguir, o petrolão, com busca de recursos para comprar consciências de senadores e deputados corruptos e de gente humilde. Os que acham que Lula da Silva não tem nada a ver com isso que o elejam novamente e, se estão no fundo poço, vão acabar no esgoto.
; Anísio Teodoro, Asa Norte

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação